Sinop: 70% dos acidentes de trânsito envolvem motos

Um levantamento da Secretaria de Trânsito e Transporte Urbano de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá) mostrou que 70% dos acidentes de trânsito no município envolvem motociclistas. Em 2018, dos 2 mil acidentes registrados, cerca de 1.400 tiveram o envolvimento de motos.
Motoristas de carro estão em 10% dos acidentes, assim como os ciclistas, que estiveram envolvidos em 10% das ocorrências. O restante dos acidentes teve como vítimas pedestres.
Apesar dos motociclistas estarem presentes em 70% dos acidentes, o número de motos no município é 16% menor que o total de carros. Com uma população de 135 mil habitantes, Sinop tem 56 mil carros e 48 mil motos. Isso significa que, em média, existe uma moto para cada 3 pessoas e um carro para cada dois moradores da cidade.
Esse alto número de acidentes envolvendo motos tem trazido consequência para a saúde pública no município. De 2016 a 2018, os acidentes de trânsito ocuparam o primeiro lugar nas mortes por causas externas, que levam em consideração homicídios, suicídios e acidentes). Com isso, as unidades de saúde precisam destinar um número alto de leitos para vítimas desse tipo de acidente.
De acordo com o guarda civil municipal Alessandro Silva Oliveira, na maioria das vezes o que leva uma moto a se envolver em acidente é a imprudência do condutor. “A moto é um veículo de deslocamento rápido no trânsito comparado ao carro. O motociclista consegue passar por pequenos espaços, e isso agrava muito a situação. É comum ver uma moto ultrapassar pela direita, nos corredores entre os veículos e até mesmo pelos canteiros centrais”.
(Com informações da Assessoria)

 

 

Thalyta Amaral/Gazeta Digital 
Você pode gostar também