Polícia tenta localizar mais dois suspeitos pela morte de servidora

Outras duas pessoas são suspeitas de participarem da morte da servidora pública Sandra Regina de Siqueira, 48, no dia 1 de julho, no bairro Nova Várzea Grande, em Várzea Grande. Uma delas teria dado informações privilegiadas aos criminosos sobre os bens da mulher, e outra teria ajudado no transporte.
Maikon Douglas Alves dos Santos, André Luiz Gomes e Jordão Rodrigues Neto já foram presos pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf). Quem está a frente das investigações é a delegada Elaine Fernandes.
“Essa linha de investigação existe, ela está avançada no sentido de que eles tiveram informações muito privilegiada a cerca da rotina das vítimas. Nós vamos conseguir mais detalhes nos próximos dias. Agora as investigações avançam no sentido de prender outras pessoas”, afirmou Elaine.
Criminosos teriam abordado a servidora enquanto ela chegava de carro em casa com sua filha e tia. No momento em que Sandra foi abordada, ela buzinou, o que fez com que os criminosos atirassem.
Ela chegou a ser socorrida e levada até o Pronto Socorro da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
Câmeras de segurança flagraram o momento em que Sandra entrou em casa com o carro, por volta das 22h. Antes de o portão fechar, os criminosos saem da casa da frente e entram no estacionamento. É possível ver que poucos minutos depois eles fogem a pé.

 

Ana Flávia Corrêa/Gazeta Digital 

 

Você pode gostar também