Close

O que se sabe até agora sobre acusação de estupro contra MC Lan

A cantora e modelo Jhacy França, de 28 anos, registrou um Boletim de Ocorrência na 49ª DP de São Mateus, zona leste de São Paulo, contra o MC Lan por “estupro de vulnerável”. De acordo com a suposta vítima, ela foi dopada e abusada pelo artista durante uma reunião de emprego com ela.

Jhacy enviou ao Cidade Alerta uma conversa que teve com o MC na última sexta-feira (5) em que combinava o encontro sobre emprego. “Lan, posso te pedir uma ajuda? Um emprego de qualquer coisa. Eu perdi o meu emprego por conta da pandemia, sei que você não tem nada a ver, mas estou passando por umas necessidades em casa porque perdi o meu emprego. Até de faxina estou aceitando”, diz a mensagem. Confira o relato da suposta vítima:

Por volta das 22h de sábado (6), o funkeiro enviou um carro de aplicativo para buscar a cantora. Segundo Jhacy, após chegar ao local, ela tomou uma bebida, pediu para ir ao banheiro e começou a se sentir alterada.

Em um vídeo gravado enquanto estava no hospital fazendo o exame de corpo de delito, a suposta vítima sugere que foi dopada durante o encontro, que aconteceu na casa do artista. “Eu cheguei lá, conversamos, o papo foi super de boa até que ele me ofereceu uma bebida. Eu fui bebendo, fui bebendo e pedi para ir ao banheiro. Quando voltei, continue bebendo normal a minha bebida, conversamos sobre emprego, a minha situação e ele disse que iria me ajudar. Só que depois que eu comecei a beber de novo eu comecei a ter alucinações. Acho que ele colocou droga na minha bebida”, disse ela.

O MC Lan nega acusações da cantora e disse que a relação é consensual. “Tivemos uma relação consensual, talvez hoje eu me arrependa muito por causa disso, porque eu vejo que não era para acontecer. Nunca abusei nem dela e nem de ninguém, nunca precisei disso”, afirmou

“Eu recebo muitas mensagens no Instagram, e ela era uma dessas pessoas pedindo ajuda disse até que queria ser minha faxineira. Eu chamei ela para conversar, mas não dei garantia de que ela viraria mesmo minha faxineira”, contou. “Ela pareceu ser uma menina legal, senti no coração que deveria chamar pelas conversas que a gente teve, não vi maldade nela.

Mas, que isso fique de exemplo: não chame alguém que você não conhece para a sua casa”, completou.

O funkeiro acredita ainda que Jhacy tenha ido até sua casa já com a intenção de fazer a acusação de assédio contra ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leave a comment
Whatsapp
Home
Fofocas
Ao vivo
scroll to top