Nico López marca e é expulso em vitória do Inter sobre o Juventude com confusão

O Internacional venceu o Juventude por 2 a 1 no Alfredo Jaconi, neste domingo, pela sexta rodada do Campeonato gaúcho. O primeiro gol do duelo foi marcado por Nico López, que acabou expulso alguns minutos depois em confusão generalizada entre as equipes. Pedro Lucas fez o segundo colorado e Dalberto descontou.
Foi a segunda vitória consecutiva do Colorado no campeonato. Antes, o time de Odair Hellmann bateu o Brasil de Pelotas e espantou o início de turbulência que rondava o Beira-Rio. É o atual quarto colocado, com dez pontos ganhos.
Do outro lado, o Juventude segue com a marca negativa de não vencer em seus domínios desde outubro do ano passado. O último triunfo no Alfredo Jaconi foi contra o Sampai Corrêa, pela Série B do Campeonato Brasileiro.
Antes de a bola rolar, o jogo já tinha características de que seria quente. O Inter exerceu a opção de compra do zagueiro Klaus em dezembro de 2017, mas ainda tem valores pendentes a pagar ao Juventude. O clube da Serra Gaúcha cobra um valor total de R$ 870 mil do Colorado, referente a três parcelas do negócio. Em campo, o clima de discussão permaneceu.
Juventude e Inter proporcionaram um duelo aberto, franco desde o início da partida. Com um novo esquema, o 4-2-3-1, o time de Odair Hellmann demorou um pouco para se ajustar, com Nico López centralizado, atrás do centroavante.
E foi do uruguaio o único gol da primeira etapa. Aos 18 minutos, Nico López recebeu lançamento de Edenilson na área e bateu de primeira com a perna esquerda para notar um golaço. Ele, porém, ficaria apenas mais 30 minutos em campo.
Com 48 jogados, uma confusão generalizada tomou conta do Alfredo Jaconi. O goleiro Marcelo Carné deixou a meta e cortou ataque rival e cabeça, mandando para a lateral. Willian Pottker tentou buscar a bola para cobrar rápido e foi impedido pelo técnico Luís Carlos Winck, que levou uma trombada do atacante.
Na sequência, o zagueiro Victor Salinas acertou uma pancada em Nico López e o uruguaio tentou revidar. Ambos foram expulsos e Winck também foi mandado embora. “Eu levei a porrada e ele vai me expulsar? Eu fui expulso por causa do auxiliar”, reclamou o técnico.
Na etapa final, brilhou a estrela de Pedro Lucas. O garoto entrou em campo aos 20 minutos e, aos 28, ampliou o placar para o Internacional. O atacante recebeu cruzamento de Neilton, que fez bela jogada, e mandou para as redes.
Gazeta Esportiva (Foto: assessoria)
Você pode gostar também