Municípios de Mato Grosso registram 12 terremotos em sete meses

Neste período de sete meses, o Obsis notificou 245 casos de tremores de terra utilizando dados de estações das América Latina e Central.

Mato Grosso registrou 12 terremotos desde o início de 2020 até o mês de julho. Dados do Observatório Sismológico (Obsis) da Universidade de Brasília (UNB) apontam que os tremores de terra foram notificados em 10 cidades do estado.
Os municípios afetados pelas ocorrências foram Chapada dos Guimarães, Rosário Oeste, Acorizal, Serra Nova Dourada, Pontes e Lacerda, Cláudia, Porto dos Gaúchos, Barão de Melgaço, Pedra Preta e Juruena.
A maior parte dos tremores de terra notificados até então pelo Obsis em Mato Grosso foram registrados no mês de março. Porém, outro três terremotos foram registrados em janeiro, três em fevereiro e dois em maio.
A magnitude média dos tremores registrados, isto é, a agitação notificada pelas estações de observação, alcançou uma métrica de 2.5. Porém, o observatório registrou índices entre 1.8 e 3.2 graus na Escala Richter.
Dentre as dez cidades mato-grossenses listadas pelo Obsis, duas registraram tremores mais em mais de uma data. Rosário Oeste teve um tremor em janeiro e outro em março enquanto Porto dos Gaúchos teve um registro em janeiro e outro em fevereiro.
Neste período de sete meses, o Obsis notificou 245 casos de tremores de terra utilizando dados de estações das América Latina e Central. As outras ocorrências são de diversos municípios brasileiros e territórios de outros países.

 

Khayo Ribeiro/Gazeta Digital 
Você pode gostar também