Irreconhecível, Flamengo é atropelado pelo Atlético-GO

Os flamenguistas seguiam pressionando e tiveram nova chance aos 14 minutos.

Em noite para esquecer, o Flamengo perdeu por 3 a 0 para o Atlético-GO, nesta quarta-feira, em Goiânia, pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o atual campeão segue sem pontuar após duas rodadas. Já os goianos estreiam na Série A em grande estilo.
Com Rodrigo Caio improvisado na lateral direita, o Flamengo viu o Atlético dominar o primeiro tempo e abrir 2 a 0 após gols de Hyuri e Jorginho. Na etapa final, os donos da casa ainda ampliaram com Ferrareis.
Na próxima rodada, o Atlético-GO recebe o Sport, no domingo, em Goiânia. No sábado, o Flamengo viaja para enfrentar o Coritiba, na capital paranaense.
O jogo – Os mandantes começaram a partida com tudo e quase abriram o placar logo aos cinco minutos. Hyuri foi lançado na intermediária, entrou na área e chutou para grande defesa de Diego Alves. O Flamengo parecia perdido em campo e viu os goianos marcarem aos 14. Ferrareis fez boa jogada e tocou para Hyuri mandar para a rede.
O Dragão aproveitava o fato do zagueiro Rodrigo Caio ter sido escalado na lateral direita e chegava com facilidade ao ataque. Tanto que aos 20 minutos, Everton Felipe levou a melhor sobre o defensor e tocou para Ferrareis, que chutou sobre o travessão. Depois, foi a vez de Marlon Freitas aproveitar cruzamento e cabecear para boa defesa de Diego Alves.
Só que aos 31 minutos, o Atlético-GO chegou ao segundo gol. Jorginho fez grande jogada individual e chutou colocado da entrada da área, sem chance para o goleiro carioca.
Somente depois do segundo revés que o Flamengo conseguiu ter sua primeira chance de marcar. Gabigol recebeu passe na área, mas finalizou pela linha de fundo. O Atlético-GO ainda colocou a bola na rede mais uma vez, com Ferrareis, mas o gol foi anulado pelo VAR, pois o atacante estava em posição de impedimento.
Nos minutos finais, o Flamengo conseguiu melhorar a marcação e parou de sofrer com os avanços do Atlético-GO. Mesmo assim, os cariocas viram os donos da casa irem para o intervalo com boa vantagem em Goiânia.
No segundo tempo, já com Rafinha na lateral, o Flamengo mudou radicalmente dentro de campo. Tanto que os cariocas quase marcaram aos cinco minutos. Gabigol foi lançado, entrou na área e chutou para grande defesa de Jean.
Os flamenguistas seguiam pressionando e tiveram nova chance aos 14 minutos. Gabigol tabelou com Arrascaeta e chutou para mais uma grande defesa do goleiro goiano. Para piorar a situação dos cariocas, o Atlético-GO ampliou o marcador em seguida, na primeira vez que foi ao ataque. Ferrareis arriscou de fora da área e acertou o ângulo de Diego Alves.
O novo revés foi sentido pelo Flamengo, que mesmo tendo mais posse de bola, diminuiu de intensidade. A situação dos cariocas ficou ainda pior aos 35 minutos, quando o goleiro Diego Alves foi expulso após agredir o atacante Matheus Vargas.
Nos minutos finais, o Atlético-GO manteve a posse de bola e viu o Flamengo apenas observar o fim da partida.
Gazeta Esportiva (foto: Alexandre Vidal/assessoria)
Você pode gostar também