Idoso encontrado morto em rio foi denunciado por estuprar aluna de 11 anos

Quando chegaram no endereço do professor, ele não foi encontrado.

Idoso de 72 anos encontrado morto na tarde de terça-feira (15), boiando às margens do Rio Cuiabá, foi denunciado por estupro de vulnerável no dia 4 de setembro. O corpo dele estava com vários ferimentos no rosto e com duas pedras amarradas, uma em sua perna e outra no pescoço. Polícia está investigando o caso.
De acordo com as informações já divulgadas pelo GD, testemunhas flagraram o corpo boiando por volta das 15h30 e acionaram a Polícia Militar. Outros órgãos também participaram da ocorrência, que constatou a morte do homem.
Ele estava com ferimentos pelo rosto, além de pedras amarradas no corpo, uma na perna e outra no pescoço. Para os peritos da Perícia Oficial, tudo indica que a intenção era fazer com que o corpo não boisse.
Delegacia de Homicídios vai investigar se a morte dele tem relação com uma denúncia feita no dia 4 deste mês, onde ele é acusado de estuprar uma menina de 11 anos, que era sua aluna.
O crime sexual, segundo a comunicante, teria ocorrido durante uma aula de música. Ela contou à mãe o que havia ocorrido e a PM foi acionada naquele mesmo dia.
Quando chegaram no endereço do professor, ele não foi encontrado. O caso foi registrado na Central de Flagrantes de VG. Já sobre a morte, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde passará por exames para apontar a causa do óbito.

 

 

Yuri Ramires/Gazeta Digital 
Você pode gostar também