Executiva de Hong Kong anuncia suspensão de projeto de extradição

Executiva-chefe de Hong Kong, Carrie Lam anunciou em uma coletiva de imprensa em Hong Kong que o projeto de lei que discute a extradição de acusados para a China foi suspenso.
Nesta semana, o governo local enfrentou uma série de protestos contra a medida.
Carrie Lam disse que adiou indefinidamente a proposta de lei que permitiria que as pessoas fossem extraditadas para a China continental para julgamento depois de protestos em larga escala no centro financeiro asiático.
Lam anunciou que a decisão do governo de Hong Kong de “suspender” a lei era para evitar “mais danos”. “Eu quero enfatizar que o governo está adotando uma mente aberta para atender a visões completamente diferentes da sociedade em relação ao projeto de lei”, afirmou a mandatária.
“Não temos intenção de estabelecer um prazo para este trabalho e prometemos informar e consultar os membros do painel do conselho legislativo sobre segurança, antes de decidirmos a próxima etapa”, finalizou Carrie Lam.
Você pode gostar também